http://forum.iceandfire.com.br
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   21/02/12, 12:39 am

Título:A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério
Autor: Juliana Barifouse(Martell)

Ship:Princesa Arianne e sor Gerold Dayne.
Categoria: POV,AU,ship
Advertências: SPOILER FESTIM DOS CORVOS
Classificação: PG-13 (mas cada um sabe o q lê...)
Capítulos: 7
Completa: [x]Sim [ ]Não. P.S:Os caps. estão prontos,mas postarei aos poucos.
Todos os direitos e personagens pertencem ao Martin e a HBO!


Sinopse:Cansada de ser ofendida com opções de consortes tão repugnantes,Arianne foge com sua prima Tyene para Jardim de Cima,na intenção de desposar com um o herdeiro da Casa Tyrell.Até que no caminho,um cavaleiro surge...
N/A:Bom,essa é a minha primeira fic completa sobre a ''Canção'',e eu ñ sou uma fictora veterana.Eu ainda ñ vi ngm shippando Arianne e Darkstar,mas depois que li por ai na internet,de quem poderia ser o tal cavaleiro ladrão do sonho de Arianne (q é descrito no Festim),as pessoas estavam entre o Príncipe Oberyn(espero q ñ Evil or Very Mad ) e o Darkstar(espero q sim Twisted Evil ).E tbm,depois q li o cap. ''A Fazedora de Rainhas'' é q eu shippei ^^ drunken.Assim,eu peguei fatos da vida da princesa e os liguei.A música da fic é ''Dark Paradise'' by Lana Del Rey(q eu postarei no último capítulo).

P.S:Estou postando a fic aqui sem medo de ser feliz Exclamation Críticas negativas e positivas são muito bem vindas,a opinião do leitor é muito importante pra mim!!Se algo na classificação estiver errado,por favor,me avisem!Se quiserem uma fonte maior tbm,é só pedir.Espero q gostem!king




A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério


Prelúdio

O Sol se punha vermelho sobre um ocaso laranja e amarelo.Cores de Dorne,minhas cores,Arianne refletiu.Ela estava a caminho da Campina,disposta a se casar com um Tyrell.Tyene,sua prima mais querida a acompanhava,o que era natural,já que elas sempre foram unidas desde muito pequenas.A princesa não aguentava mais as ofensas do pai,propondo-lhe consortes velhos e desdentados.Antes me casar com um Tyrell aleijado de Jardim de Cima,do que com a ofença de desposar um velho.Sim pai,coloque Quentyn no trono que é meu por direito,mas saiba que eu sempre teria sido melhor que meu irmão,e o povo sabe disso.O povo me ama,a princesa pensou.

Já faziam alguns dias que as duas estavam viajando pelo deserto e se escondendo em grutas.Ao menos tinham a consciencia de que perigo não corriam,uma vez que eram as filhas adoradas dos príncipes de Dorne,embora Tyene fosse bastarda,lá isso não importava,ainda mais sendo filha do amado Víbora Vermelha.Todos os dorneses nos amam,estamos seguras.O problema é sermos entregues a Lançassolar.

Naquela noite que caia lenta, elas se localizavam na Graça-dos-Deuses,território da Senhora Delonne Allyrion,do qual o neto,filho bastardo de sor Ryon,Daemon Sand,ganhara o presente da virgindade de Arianne quando ambos tinham quatorze anos.O bastardo de Graçadivina amava tanto a princesa,que um dia chegou a pedí-la em casamento,mas,por mais que em Dorne os bastardos fossem respeitados,ela era herdeira do trono do pai,e teria de ter um consorte de mérito e títulos,porém,outro problema existia,já que,já estava mais que claro que o pai não queria casá-la com um dornês,motivos que lhe eram um mistério.

No momento em que o Sol sumia,deixando em seus raios a esperança de voltar,Arianne avistara na margem esquerda do rio, um homem misterioso e atraente.Ele estava ao lado de seu cavalo negro,vestindo roupa roxa.O céu noturno e estrelado veio ousadamente,no momento em que o provável cavaleiro se pôs a cavalgar,ao mesmo tempo elegante e furioso.Arianne não acreditou no que estava vendo.Só pode ser miragem,ela pensou.Ao ver a prima inquieta,Tyene disse:

-O que foi prima?-Arianne estava olhando para o oriente,na direção que o cavalheiro sumira.-Arianne??-perguntou Tyene sempre docilmente.

-Desculpa Tyene,o que disse?-perguntou Arianne aérea,mas ainda de olhos fixos no horizonte.

-O que há com você?-a Serpente de Areia estava preocupando-se.Nunca vira a prima dessa maneira.

-Eu...eu...estou bem.Muito bem!!-a princesa sorriu pra prima,já virando seu olhar e atenção para a direção que o homem seguiu não faziam sete minutos.

-Ansiosa pra chegar nos domínios dos Tyrell,é isso?-a Serpente também virou a atenção para o oeste.-Assim que chegarmos lá,eu prometo que lhe faço uma tiara de flores,como aquelas que os reis da Campina usavam!-ela bateu palmas e deu pulinhos de tanta alegria.

-Ficarei muito feliz.-Arianne respondeu no automático,o que não significava que ela estava mentindo,já que a prima nunca a deixava triste nem a desapontava.

-Arianne,lembra quando viajamos pelo Vago com meu pai, para visitar minha mãe?-a serpente que era a Donzela em pessoa parecia uma criança de tão inocente.Só faltava ela girar em torno de si mesma.

-Lembro-a princesa suspirou-Foi uma viagem muito bonita,num lugar mais lindo ainda.-ela sorriu.

-Encantador!!Mas agora me diga prima,o que foi,ou melhor,quem a deixou assim tão distraída?-Tyene tinha jeito de inocente,mas também uma personalidade forte.

-Também gostaria de saber...-ela agora voltou ao normal.

-Como ele era?Conte-me tudo!!Ainda temos tempo de desistir do Tyrell...-Tyene era esperta e estava tão curiosa,que se sentou na areia,levando Arianne a fazer o mesmo.

-Eu o vi de longe.Ele estava daquele lado da margem,-a princesa apontou.-mas o pouco que vi,foi o suficiente.-e então, a princesa deitou na areia,e ficou contemplando o céu estrelado.


Última edição por Juliana Martell em 11/03/12, 06:03 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   27/02/12, 06:36 pm

Alguém leu? Neutral Em breve eu postarei o cap. 1 e ñ quero postar pro vazio ñ Rolling Eyes

Se alguém leu,comente please
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   28/02/12, 06:23 pm

Capítulo Um- Apenas um pesadelo

Arianne pegara no sono sem sentir, e então,teve um sonho. Ela encontrava-se sentada no trono de Lançassolar, onde um dia, a Rainha Nymeria sentara, e governara toda Dorne. Até que seu irmão apareceu e, o povo não mais adorava à ela, e sim ao príncipe que viveu praticamente todo o tempo com o Lorde Yronwood, longe da família e que pouco conhecia seu povo. Suas primas também lhe viraram as costas,e ela não entendia o motivo de tudo aquilo Fiz tudo certo,eu tenho certeza que não falhei em nada! Aprendi a ser cautelosa ao meu modo... E então, ao lado do irmão, estava um homem que lhe era familiar, de onde ele era, ela não sabia dizer.

Com uma ordem, o homem a arrancou do trono. Ela gritava e o chutava, dizendo ser a princesa reinante e legítima de todos eles. Mas ninguém a ouvia, ninguém a ajudava e o cavaleiro não a soltava. Ela nunca ia desistir de lutar, mesmo que sozinha, porém, o homem era muito mais forte que ela, assim, conseguia amarrar as mãos da princesa, e foi ai que ela viu o manto dele. Uma espada e uma estrela cadente em lavanda. Dayne, a princesa pensou, acordando assustada.

- Olha que cobrinha formidável, Arianne! - Tyene sorria enquanto segurava uma pequena e fina cobra verde. O céu noturno ainda estava presente.

- Está frio. - disse Arianne desviando o olhar da cobra.

- Dorminhoca,você me parece mais aflita do que com frio. Além disso, você esteve muito estranha essa noite. Foi só o Sol cair, aquele homem aparecer e a noite chegar pra você ficar assim.

- Não dormi por muito tempo, dormi? - ela passou a mão no cabelo.

- Não mesmo. Agora, por favor, quero minha prima de volta! - ela foi levantando. - Ande desconhecida, desapareça!! - ela brincou.

- Tyene, eu tive um sonho terrível! - ela disse alarmada.

- Conte-me!! - Tyene deu toda atenção a prima, e depois que Arianne contou o pesadelo, a Serpente concluiu - Ora essa, Arianne, isso jamais acontecerá!! - e pegou nas mãos da prima.

- Mas dizem que sonhos são proféticos. - a princesa disse a prima, e deu-lhe um olhar que a Serpente bem conhecia: Tenho medo!!

- Arianne, vamos, nem tudo aquilo é o que parece ser. E outra, se você está pensando o que eu estou pensando, é melhor ficar longe desse homem se vê-lo outra vez. Talvez o sonho seja um sinal de que boa coisa ele não é.

- Mas o que me intriga é o símbolo da Casa Dayne, como pode?

- Ah, isso deve ser um truque dos deuses. Agora vamos, temos que aproveitar essa noite fresca e de céu limpo para continuar a nossa jornada! - ela alegrou a prima.

- É,você está certa prima! Eu vou rir muito ao ver o povo se indignar com meu pai ao saber que a princesa deles se casará com um Tyrell. Mas,se é isso que ele quer...

E as duas puseram-se a cavalgar velozmente lado a lado a noite inteira. Paravam para beber vinhos e comer. Ajeitavam os disfarces e Tyene atrapalhadamente tentava fazer algo que não sabia, apesar de ter uma noção de onde se começar: ela tentava tirar veneno da cobra. Oberyn ensinara a filha, todos os tipos de serpentes, cobras e víboras. Tyene estava até fazendo uma coleção delas. Embora Arianne sempre tenha vivido perto dos répteis, ela tinha nervoso desses animais, e procurava ficar distante deles. Ela sempre ficava surpresa e se assustava ao ver a prima dormindo com uma cobrinha. Pra ela, era como se um Lannister dormisse com um leão, mas pra prima, que das Serpentes era a que mais amava esses animais, era como dormir com um ursinho de pelúcia, se bem que, quando elas passavam a madrugada bebendo e murmurando segredos, as queridinhas da prima - era assim que a princesa chamava as serpentes de Tyene - ficavam longe.

Depois de horas, perto da alvorada, Princesa e Serpente encontraram a ruína de um pequeno castelo que estava coberto de areia. Ventava tanto que elas temiam uma tempestade de areia. Com esse risco, elas correram para a ruína. Exaustas,elas se sentaram, apoiando as costas de uma nas da outra, e beberam muita água. Depois de um pouco de descanso, Tyene decidiu explorar o lugar, levando a cobrinha como se fosse um xale. Arianne foi junto. Lá, encontraram uma passagem para um andar abaixo. Com todo o cuidado, elas desceram até lá, e tiveram a certeza de que aquele era um bom esconderijo.

- Foi bom termos parado aqui. Nem meu pai deve conhecer esse lugar! - Tyene comemorou alto demais, o que chamou a atenção de quem estava por lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Grazy Snow
Moderador
Moderador


Mensagens : 509
Data de inscrição : 24/09/2011
Localização : Westeros
Idade : 29
Zodíaco : Áries
Horóscopo chinês : Gato
Sexo : Feminino

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   08/03/12, 09:19 am

Opa \o



Adorei a fic, gostei da escrita \o/
vou aguardar os próximos caps ^^

eu vi ela no dia que você postou , mas estava ocupada... então desculpa a demora por passar por aqui \o

=**

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   08/03/12, 12:38 pm

Obrigada Grazy!!Precisa se desculpar ñ,é q eu tava kkkk

Puxa, fico muiitoo feliz q vc tenha gostado!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Adriano99
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 351
Data de inscrição : 01/03/2012
Localização : Rochedo Casterly
Sexo : Masculino

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   08/03/12, 12:50 pm

Juliana, eu também adorei essa fic, eu sempre pensei na Arianne e no Darkstar, ficou ótimo essa fic, continua escrevendo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Christy
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 530
Data de inscrição : 20/02/2012
Idade : 26
Zodíaco : Áries
Horóscopo chinês : Cavalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   08/03/12, 07:31 pm

Também li Juliana Smile

Gostei bastante, e torço para que ela nem chegue perto das Campinas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   08/03/12, 08:21 pm

Adriano:AHHHHH!! Sério??!! AHHHH!!Eu surtei tanto com a presença dele!! *-* Dells, tive q passar minha imaginação pro papel!! Estou muito feliz q tenha gostado( e q vc gosta desse ship tbm AHHHH)!!

Obrigada por ler a fic!!

Christy:Obrigada!! Hum, será q ela ñ chega? *mistério* kkkkkkkk

Feliz q vc tenha gostado!! *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   13/03/12, 07:52 pm

Capítulo Dois –Um ataque na ruína

Um homem de rosto desconfigurado estava se aproximando com uma lança na mão. Arianne deu um grito e puxou Tyene, que estava de costas e mais perto do homem. O desconfigurado chutou a cesta da Serpente, onde estava a cobrinha, libertando-a. Quando a pequena cobra avançou nele, o homem a pegou e a esticou. Furiosa, Tyene vai pra cima do homem com uma pedra na mão, ele larga a cobra e agarra Arianne, ameaçando atingí-la com uma lança curta na barriga.

- Não faça nada! - Arianne pediu à prima. A princesa tinha raiva de não saber lutar. Se sentia fraca por ter uma arma só: a astúcia,que naquele momento, não serviria de nada.

Depois disso, foi tudo muito rápido. Tyene tacou com força a pedra no chão, com ódio de que, se fizesse algo, a prima morreria. Nisso, o homem jogou pra longe a lança, puxou os cabelos de Arianne com a mão direita, enquanto que com a esquerda, agarrou o braço de Tyene. Quando o desconfigurado estava prestes a empurrar a cabeça da princesa de encontro à parede, um outro homem armado chega desembainhando a espada.

- Se eu fosse você não faria isso! - o homem tinha ódio na voz e no olhar. Arianne vira que seu manto era da casa Dayne, e além disso, trajava as mesmas vestes do que ela vira na noite que passara.

O louco desconfigurado fez Arianne de escudo enquanto deixava o braço branco da Serpente se avermelhar. Tyene pulava de agonia, querendo se libertar. Arianne não entendia o porquê daquilo tudo, daquele ataque. Além de desconfigurado, aquele homem tinha as roupas em farrapos, a barba por fazer à tempos e dentes grotescos. Ele fez todo o ataque em silêncio, o que fez a princesa pensar que ele era mudo.

- Ah, mas faria! Afaste-se, se não elas morrem! - ele tinha olhos de louco, como se estivesse atormentado por algo maligno. - Mas, se você quiser as tripas...

- A única tripa que teremos aqui é a sua! E seremos nós, eu e as duas que a queimaremos até virar pó, porque nem uma víbora merece as tripas de um homem como você. - ele foi ríspido.

O homem rangeu os dentes, foi soltando a Serpente e a Princesa lentamente, dando tempo de, ao soltar uma, se abaixar segurando a outra, para pegar a lança. Mal elas se afastaram, o cavaleiro avançou pra cima do desconfigurado, passando a espada no pescoço dele, fazendo sua cabeça cair no chão. A espada estava cheia de sangue. O lugar com cheiro de morte. Tyene quase chorando, procurou por sua cobra inofensiva, enrolando-a em seu pescoço depois de encontrá-la.

- Quem é você? - foi a primeira coisa que veio na cabeça da princesa, ainda assustada.

- Eu esperava um "obrigada’’ antes de tudo. - respondeu o cavaleiro admirando a espada.

- Preciso de seu nome para lhe agradecer. - ela "desculpou-se’’.

- Pois bem, meu nome é ser Gerold Dayne. Sou o Estrela Negra, sou da noite. -e então, tranquilamente, ele sentou-se numa pedra, e começou a tarefa típica dos cavaleiros: limpar e amolar a espada.

- Obrigada por salvar nossas preciosas vidas. - agradeceu Arianne em nome também da prima, que estava se recuperando e assentindo com a cabeça.

- Por que seriam preciosas? Vocês são nobres disfarçadas, é isso? - ele sorriu e então, imperou um silêncio - Agora vejo! - ele levantou embainhando a espada -Sabe, soube que a princesa Arianne Martell e sua prima Tyene desapareceram tem alguns poucos dias. - Tyene arregalou os olhos e Arianne engoliu seco. -Dizem que uma das Serpentes de Areia é alta e loira, enquanto que a nossa única princesa de Dorne é baixa e morena. - ele sorriu para elas.

- Você não nos entregará, sor! - Arianne praticamente ordenou.

- Por que não? As duas não tem condições de viajarem sozinhas! Quase morreram! Sabe,eu esperava mais de uma Serpente de Areia, mas é como dizem, a terceira é a dócil que quer ser venenosa. - ele prrovocou a ira da Serpente.

- Você pode ter salvo nossa vida, Dayne, mas não pode me ofender, ou então considere-se morto! - Tyene aproximou-se dele apontando-lhe o indicador e cheia de raiva. Suas palavras pareciam banhadas em veneno.

- Morto? Por quem? Pela Víbora? Que arma ele usaria, a mesma que a sua, o veneno? - ele riu - Se for, logo lhe aviso, o que corre nas minhas veias não é sangue, é o que as serpentes cospem e provocam a morte! - foi a vez dele se aproximar. A arrogância dele assustava e fez Tyene recuar um passo, contra a sua vontade.

- Ambos guardem seus venenos! - Arianne pediu nervosa. - Sor Gerold... - ele interrompeu-a.

- É Estrela Negra! - enfureceu-se.

- Estrela Negra, estamos muito gratas por ter nos salvado, e agora temos de ir... - ela foi sincera e ele riu.

- As duas, sozinhas, viajando pelo deserto? - para ele era como uma piada.

- Foi assim que chegamos aqui. - respondeu Tyene.

- E é assim que podem chegar a um lugar pior novamente. Vocês tiveram sorte dele não ser um estrupador.

- Não tem outro jeito, sor. Temos que sair de Dorne o mais rápido possível. -falou Tyene sem medir as palavras.

- Sair de Dorne? - ele estranhou.

- Sim, mas nosso destino não lhe interessa. - respondeu Arianne.

- Se eu for acompanhá-las interessa sim. - ele rebateu.

- Não precisamos de sua ajuda! - Tyene disse.

- Ah não? - ele ironizou.

- Ele está certo Tyene. Precisamos dele, mas só até o Poleiro do Abutre, na Marca. - Arianne disse.

- Longe demais. Estou indo para casa, para o Alto Ermitério.

- Então você é um cavaleiro inútil - a princesa disse sem pensar.

- Então farei algo de útil... entregarei vocês à Lançassolar. - Não tem outro jeito, pensou a princesa.

- Está bem! Leve-nos por favor, pelo menos até Tombastela, e de lá partimos sozinhas. - Arianne pediu esperançosa.

- Hum, estão indo para a Campina? Aquele lugar exageradamente perfumado onde os gases das pessoas cheiram a rosas? - ele soltou uma gargalhada. A zombação dele tirou um riso de Tyene, contra a vontade dela.

- Adivinhou? - perguntou Arianne com humor.

- Se vocês fossem para qualquer outro lugar, insistiriam no Poleiro, mas como é pra Campina, e Tombastela é uma outra rota... não sou tolo, Princesa. -Gostaria que fosse.

Quando Arianne pôs-se a sair, o cavaleiro segurou seu braço:

- Aonde pensa que vai, senhora? - ele inquiriu, como se ela fosse uma criança.

- Eu e Tyene vamos buscar o que deixamos lá fora - ela respondeu irritada pelo tratamento, e por ele não soltá-la, como se ela fosse sair correndo dele. Era frequente as pessoas a tratarem assim devido a baixa estatura dela, de um metro e cinquenta e sete.

- Não, uma só vai! A mais inofensiva é claro. - e então soltou Arianne que olhou-o furiosamente.

Bufando, ela foi buscar os mantimentos que estavam lá fora, torrando no Sol de verão. Ao menos seu auge está passando, a princesa pensou olhando para o céu limpo e azul, enquanto a areia ameaçava ser levantada pelo vento. Lá longe, atrás de si, enquanto ela pegava os cestos, ela viu um pequeno grupo de homens montados em corcéis. Não! A princesa correu com os mantimentos para dentro da ruína.

A princesa correu tão desengonçada, que chegando onde a prima e o cavaleiro estavam, ela tropeçou em suas próprias saias, levando a cesta ao chão. Tyene parou de brincar com a víbora e foi ajudar a prima, enquanto que Estrela Negra voltou sua atenção a tarefa de limpar a espada, mas não escondeu o sorriso daquela cena cômica.

- Você devia ajudar. - reclamou Tyene olhando para o cavaleiro.

- Sem brigas! - Arianne respirou fundo. - Há um grupo de homens em corcéis se aproximando e levantando poeira.

- E os cavalos lá fora?! - disse Dayne. - Vocês são muito inteligentes! - ele levantou com pressa.

- Sou uma só! Não dava para trazer os cavalos! - Arianne protestou.

- Ao menos os cavalos não são de vocês, certo?

- Certo! Não somos o que você julga que somos. - a princesa respondeu indignada por todas as palavras do cavaleiro.

- Então irei lá fora dizer ser responsável por eles três. Direi que os donos dos de vocês foram deixados por mercenários. - embainhou a espada e subiu os degraus de pedra, indo de encontro ao Sol.

- O que você lhe disse Tyene? - questionou Arianne, preocupada. Aquele olhar da prima não a enganava.

- Ora essa, eu te perdoo por não ter me contado nada, não dava tempo! -Tyene pôs-se a caminhar como uma donzela pelo lugar, rindo.

- Tyene... - disse a princesa.

- Eu não contei nada a ele, apenas o questionei. - ela se defendeu. - Perguntei se ele tinha passado pela margem esquerda do Vaith, na altura de Graçadivina ontem à noite. - ela foi sincera, e Arianne viu isso em seus olhos.

- E só?

- E só!
Voltar ao Topo Ir em baixo
guigsmal
Sor
Sor


Mensagens : 177
Data de inscrição : 03/03/2012

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   23/03/12, 11:36 am

Legal
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   25/03/12, 08:10 pm

Ganhei mais um leitor!! Espero q continue gostando Guigsmal!! ^^

Já já posto o prox. capítulo!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Martell
Membro do Conselho
Membro do Conselho


Mensagens : 478
Data de inscrição : 22/01/2012
Localização : Sunspear
Idade : 19
Zodíaco : Libra
Horóscopo chinês : Búfalo
Sexo : Feminino
Ficha do personagem
Nome:
Idade:
Classe:

MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   25/03/12, 08:14 pm



Capítulo Três – O Cavaleiro Ensanguentado

Ele demorou a voltar.As primas estavam cheias de fome,mas não queriam comer sem ele.Arianne quis subir para ver o que aconteceu,enquanto Tyene achou melhor esperar só mais um pouco.Ele não pode ter nos deixado,a princesa pensou insegura.

-Tyene,estou com um mau pressentimento.Ele é o Estrela Negra.Ele é sinônimo de perigo!-a princesa estava preocupada,mas ao mesmo tempo ela não gostava de falar mal da pessoa que salvou sua vida.

-Arianne,fica tranquila.Se ele nos fizer algum mal,ele morre!-ela tinha certeza e razão.

Quando a prima voltou a se distrair com sua bebê(cobrinha),Arianne subiu escada acima,correndo.O Sol está mais forte do que antes,a princesa refletiu enquanto colocava o véu.Quando ela foi cautelosamente mais a frente,o Dayne já estava voltando,de onde ela não saberia dizer,e além disso, estava segurando lenhas.Assim que ele chegou mais perto,ela viu seu rosto salpicado de sangue seco.

-Você os matou?-ela perguntou assustada.

-Não,só me banhei no sangue deles.-ele foi irônico.Até os braços dele estavam cheios de sangue,mas ao encostar a mão no braço dele,ela percebeu que ele estava ferido.

-Eles te atacaram?Foi isso?-ele afastou-se dela,prosseguindo,sozinho.

Ela foi atrás dele,e antes que descessem,ela segurou seu manto e o forçou a virar.Com raiva,ele jogou as lenhas no chão,segurou os braços de Arianne e a sacudiu.

-O que aconteceu ali não lhe diz respeito princesa!-ele estava tão irado,que fez Arianne arregalar os olhos.Ele só quer me assustar,a Martell tentou se convencer.Vendo-o tão de perto,ela não tinha mais pernas,não tinha mais base alguma.A beleza dele a deixou sem ar.Ela teria beijado-o se ele não tivesse se afastado.

-Eu...eu não queria te ofender...-ela tentou se desculpar,enquanto ele pegou as lenhas do chão,e poi-se a andar,deixando-a sozinha outra vez.Não gosta de mim,ela pensou.Mas então porque me ajudar?Ele deve querer outra coisa em troca quando chegarmos ao castelo dos primos dele...

Arianne Martell encontrou a prima comendo queijo e bebendo vinho.

-Desculpa,mas não dava pra esperar o cavaleiro não.-disse Tyene enquanto sor Gerold se sentava com a mão direita no braço esquerdo,que foi o que estava ferido.-Pelo guerreiro!-exclamou Tyene horrorizada ao ver Dayne.-Você precisa de um banho urgente!

-Já tomei,não vê?!

-O Estrela Negra gosta de ajudar,mas não de ser ajudado,Tyene.-a princesa disse olhando pra ele.

-Só é ajudado quem precisa,princesa.-ele rebateu.

A conversa acabara ali.Arianne se juntou à Tyene,indo comer uma fatia de queijo e tâmaras,além de beber o vinho dornês.Elas fizeram isso tudo em silêncio, enquanto que o Dayne ficou a amolar a espada,ignorando o ferimento.Arianne quis ajudá-lo,mas sabia que ele recusaria e ela não queria levar patada,nem mesmo do cavaleiro que salvou sua vida.

Duas das três pessoas daquela ruína tinham amores:Tyene tinha a pequenina cobra e Estrela Negra tinha a espada.E eu nada tenho,apenas o amor a um trono legítimo que me é negado,a princesa Arianne refletiu,triste,e assim,pegou no sono,no chão duro da ruína.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)   Hoje à(s) 12:19 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Princesa de Dorne e o Cavaleiro do Alto Ermitério (PG-13)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ATENÇÃO, motas no BENTOS do Porto Alto
» Qual é o mais forte Cavaleiro?
» Cavaleiro de Serpentário
» [Imagens] Ban de Leão Menor
» [Imagens] Camus de Aquário

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Ice and Fire :: Fã Area :: FanFics-
Ir para: